Pular para o conteúdo

Projeto da APTA retoma plantio de uvas em campo experimental de São Roque

Projeto retoma plantio de uvas em campo experimental de São Roque — Foto: TV TEM/Reprodução

Caminhar pelas videiras é um momento de nostalgia para Gustavo. Ele vem de uma tradicional família produtora de vinho, mas o investimento no plantio de uvas não era feito havia décadas, desde o bisavô. Atualmente, as frutas para a vinícola chegam de outros municípios e até de outros estados. O produtor vê com otimismo o desenvolvimento de variedades para serem cultivadas em São Roque (SP).

A produção dos 1.300 pés de uvas de um campo experimental vai para a vinícola dele. A área faz parte de uma pesquisa desenvolvida em São Roque. Quatro variedades de uvas orgânicas aceitaram bem o solo e o clima do município.

O projeto começou em 2018 na unidade da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta). A área, bem próxima à cidade, já era um ambiente orgânico, o que facilitou o plantio das mudas. O sistema escolhido foi o de espaldeira com pés cultivados em linhas.

Outra característica é a cobertura em arco, o que protege folhas e frutas da umidade e do sol. A cerca viva abraça o parreiral. É uma proteção natural para quebrar o vento e afastar insetos e passarinhos. No espaçamento entre os pés, muitas plantas daninhas. São elas que naturalmente ajudam a afastar os inimigos.

Para manter os pés saudáveis é preciso observação e também conhecimento, porque doença é sinônimo de desequilíbrio. Na produção orgânica, quando um pé fica doente, o remédio tem que ser no estilo caseiro. Um deles, por exemplo, foi atacado por um ácaro, o que significa deficiência de enxofre no solo. Ele está sendo curado com calda de folha de mamona.

O projeto retoma uma cultura histórica em São Roque: a de produtor de uvas e vinhos. 18 produtores do Sindicato da Indústria do Vinho (Sindusvinho) investiram no projeto de pesquisa.

As uvas orgânicas agregam valor aos produtos. Com áreas mais valorizadas no estado de São Paulo, a produção em pequena escala se tornou uma alternativa para quem ainda tem prazer em cultivar uvas.

O empresário Túlio Patto viu no plantio de uvas uma atração para o negócio da família e investiu em mil pés de cinco variedades diferentes. Em uma pequena área do restaurante, fez o parreiral com condução coberta. Ainda não tem selo de orgânico, mas garante que, com toda a proteção, poucos defensivos são usados.

A colheita começa em breve e retirar os cachos de uvas será um trabalho para os clientes do restaurante.

Clique aqui para assistir reportagem veiculada pela GloboPlay no dia 20/12.

Fonte: G1

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: