Pular para o conteúdo

Instituto Biológico: maior cafezal urbano do mundo fica em São Paulo

O produto que é paixão nacional e que movimenta a economia do estado de São Paulo e de todo o Brasil tem um cantinho especial na capital paulista. Em meio a prédios e avenidas movimentadas, a cidade esconde um de seus segredos na Vila Mariana: um cafezal de 10 mil m², com dois mil pés de café, cultivado em sistema orgânico. O espaço é mantido pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Biológico (IB-APTA), que realizou o plantio dos cafés do tipo arábica em 1956. O IB comemorou 93 anos em 10 de novembro (confira vídeo sobre o Instituto no fim do texto).

Em 2020, foram colhidos cerca de 600 quilos de café da plantação do IB. Os grãos passaram por torrefação e moagem na Daterra Coffee, reconhecida no Brasil e no exterior pela qualidade de seus cafés.

A implementação do cafezal começou a ser planejada logo no início da fundação do Instituto, em 1928. “A área em que hoje o cafezal está, sempre foi pensada para o abrigar. Isso ocorreu, porém, só 28 anos após a fundação do IB, em um espaço que hoje é muito movimentado, mas que na época era uma das regiões mais desvalorizadas de São Paulo, por ser um local encharcado”, explica Marcia Rebouças, uma das responsáveis pelo Centro de Memória do IB.

Fundado para estudar a broca do café, praga que assolava as plantações paulistas, o IB sempre teve o café em seus objetos de pesquisa, daí a importância da implementação de seu cafezal, que até hoje serve para a condução de estudos relacionados a pragas e doenças.

O espaço também serve para a realização de trabalhos voltados à educação ambiental e à divulgação científica e cultural. Anualmente, o IB realiza o evento Sabor da Colheita, em que abre suas portas para que a população conheça o cafezal e aprenda a colher café, usando peneiras e balaios. A edição de 2019, que contou com apoio da Nestlé, recebeu público de 1.500 pessoas, aproximadamente.

Café movimenta a economia

O café movimenta a economia estadual e também nacional. Em São Paulo, de acordo com dados do Instituto de Economia Agrícola (IEA-APTA), a estimativa de produção da safra de 2019/2020 é de 370 mil toneladas, volume 39,7% superior ao obtido na safra anterior. O resultado é reflexo do aumento de 39,4% na produtividade, em decorrência da acentuada bienalidade da lavoura típica da região de Franca. Segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), a safra de café no Brasil em 2020 foi de 61,6 milhões de sacas beneficiadas, crescimento de 25%.

IB comemora seus 93 anos

O Instituto Biológico comemorou seus 93 anos este mês. Referência no Brasil e no exterior em pesquisas científicas relacionadas à sanidade animal, vegetal e proteção ambiental, o Instituto é considerado estratégico pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo para que o agro paulista e brasileiro ganhe e mantenha seus produtos nos principais mercados consumidores do mundo.

Esta relevância, segundo Ana Eugênia de Carvalho Campos, diretora geral do IB, se dá pela instituição trabalhar com saúde, seja ela das plantas, dos animais, do meio ambiente e, consequentemente, dos consumidores. “O IB está sempre antenado às exigências do mercado e da população nas questões relacionadas ao alimento seguro. Nossas pesquisas estão focadas na solução desses problemas”, afirma.

Para garantir a saúde de todo esse ecossistema, o IB atua no desenvolvimento científico, na participação de programas estratégicos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), além de prestação de serviços para o setor de produção. Por ano, mais de 200 mil diagnósticos são realizados pelo Instituto de pesquisa paulista, por exemplo.

“Hoje os mercados, sejam eles nacionais e internacionais, exigem a sanidade como peça-chave para importação e exportação de produtos e essas análises são fundamentais para isso”, explica Antonio Batista Filho, coordenador da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), instituição responsável por coordenar os seis Institutos de Pesquisa e 11 Polos Regionais do agro paulista.

Fonte: Assessoria de Imprensa – APTA

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: