Pular para o conteúdo

Instituto Butantan diz que Anvisa quer impedir fabricação de vacina chinesa no Brasil

Dimas Tadeu Covas é diretor do Instituto Butantan

O diretor-geral do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas, afirmou ontem (22) que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) está dificultando a produção da vacina CoronaVac ao retardar a autorização para importação de matéria-prima da China.

Segundo Dimas, havia um pedido de liberação do produto no dia 23 de setembro para fabricar 40 milhões de doses. No entanto, uma reunião foi marcada para tratar do assunto no dia 11 de novembro.

Conforme o diretor do Butantan, caso a liberação aconteça apenas em novembro, as primeiras doses da vacina só vão ficar prontas em janeiro, o que atrasaria uma imunização em larga escala da população brasileira.

A Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC) considera a denúncia grave e defende que o motivo do atraso da Anvisa seja apurado imediatamente.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: