Pular para o conteúdo

De olho no Coronavírus, Instituto Butantan antecipa e amplia produção de vacinas contra a gripe

buta

O Governo do Estado de São Paulo, por meio do Instituto Butantan, decidiu antecipar a produção de vacinas contra gripe e aumentar o lote para 75 milhões de doses (13% a mais do que no ano passado), que devem começar a ser disponibilizadas a partir do dia 23 de março, data marcada para o início da campanha de vacinação. A medida foi tomada em conjunto com o Ministério da Saúde para fazer frente à presença do novo coronavírus no Brasil.

Segundo o médico infectologista David Uip, a vacina contra a gripe não é diretamente efetiva contra o coronavírus, mas a imunização ampliada do organismo ajuda muito na redução da capacidade de contaminação pelo prazo de seis meses ou mais. “Vacinadas, as pessoas estão menos suscetíveis a doenças. É uma decisão fundamental antecipar e ampliar a vacinação da população neste momento”, diz. Ele revela ainda que a produção atual de vacinas do Instituto Butantan corresponde a 10% da produção mundial, o que colocaria o Brasil entre os países mais preparados para enfrentar o novo coronavírus com medidas preventivas.

Ainda segundo David Uip, que é Coordenador do Centro de Contingência do COVID-19 (sigla em inglês para o novo coronavírus) em São Paulo, o Butantan já está em fase final de produção da vacina trivalente contra o vírus Influenza (H1N1) para antecipar o fornecimento de lotes ao Ministério da Saúde, responsável por definir o calendário vacinal. A antecipação dos lotes tem exigido dos pesquisadores do Butantan uma “corrida contra o tempo”, mas graças à estrutura do instituto e a capacidade técnica da equipe responsável pela produção, as vacinas serão entregues dentro do prazo estipulado.

Para a Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC), ao adiantar a produção e distribuição de vacinas contra a gripe, o Butantan ajudará a melhorar a imunidade geral da população, reduzindo as chances de infecções pelo novo coronavírus; fará as pessoas se vacinarem antecipadamente, diminuindo o número de pacientes com gripe que buscam atendimento médico nos hospitais e possibilitando um diagnóstico mais preciso do coronavírus; diminuirá o número de pessoas nos hospitais devido à complicações da gripe, o que pode liberar mais leitos para uma possível grande incidência do coronavírus.

Orientação
O governador de São Paulo, João Doria, destacou a importância da divulgação de informações para orientar corretamente a população na prevenção ao novo coronavírus. Para ele, a transparência nas ações de comunicação enfraquece a possibilidade de boatos alarmistas e fake news. “Nosso objetivo é a informação, que é fundamental em uma circunstância como essa para que haja conhecimento por parte da população sobre os procedimentos a serem adotados a partir da identificação de um portador aqui em São Paulo. Exatamente para que não haja pânico, equívocos de interpretação e situações que não são necessárias”, afirmou.

A APqC recomenda a todos que se informem sobre o coronavírus no site da associação, dos institutos de pesquisa vinculados ao governo do estado e das universidades públicas paulistas, que possuem conhecimento e legitimidade para falar sobre o assunto.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: