Pular para o conteúdo

Pioneira da entomologia paulista, pesquisadora do Instituto Biológico é homenageada em Teresina

Zuleide Alves Ramiro, pesquisadora aposentada da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que atuou no Instituto Biológico (IB-APTA), teve sua trajetória científica reconhecida durante o 1º Workshop de Mulheres do Agro, em Teresina (PI), que com o tema “A influência feminina no agro brasileiro”, reuniu nomes importantes do setor.

Zuleide foi chamada à frente da plateia, junto a outras entomologistas de destaque do país, e homenageada durante a apresentação de Ranyse Querino, da Embrapa (DF), intitulada “As mulheres que marcaram a entomologia brasileira”.

Formada em engenharia agrônoma, Zuleide dedicou sua vida profissional ao ensino e a pesquisa. Começou a trabalhar como professora primária da Secretaria da Educação do Estado do Rio de Janeiro e, em 1967, chegou à Secretaria de Agricultura e Abastecimento, indo para a Seção de Entomologia Agrícola, na Fazenda Experimental “Mato Dentro”, em Campinas (SP), pertencente ao Instituto Biológico. Ela ocupou vários cargos como chefe do Controle Biológico, além de diretora Geral do Instituto Biológico.

Tendo dedicado toda a vida à pesquisa científica, a pesquisadora demonstrou seu pioneirismo quando introduziu a técnica de Manejo Integrado em cultura de soja, o controle das cigarrinhas das pastagens e o manejo de pragas em culturas de algodão. Também realizou os primeiros trabalhos, no Brasil, relacionados com impacto na Entomofauna em algodão transgênico. Ocupou, ainda, a diretoria-geral do Instituto Biológico de 1995 a 1999, além de outros cargos de chefia na Instituição. Ainda hoje, mesmo aposentada, segue se dedicando a pesquisar os insetos e a agricultura.

A pesquisadora já havia sido homenageada oficialmente pela Sociedade de Entomologia do Brasil (SEB), em 2016, por seus relevantes serviços prestados à entomologia e o controle biológico no Brasil, durante a solenidade de abertura do XXVI Congresso Brasileiro de Entomologia.

Fonte: assessoria da APqC com informações da assessoria de imprensa do IB/APTA

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: