Pular para o conteúdo

IAC apresenta sua primeira cultivar de amendoim para o mercado de orgânicos

amendoim

O Instituto Agronômico de Campinas (IAC) apresentou, na última edição da Agrishow, realizada em Ribeirão Preto no mês de abril deste ano, sua primeira cultivar de amendoim adequada ao mercado de produtos orgânicos. A IAC Top Verde, como foi batizada, tem grãos de pele vermelha e tamanho pequeno a médio. A nova cultivar tem alta resistência a doenças foliares, possibilitando o cultivo sem uso de fungicida. Neste caso, a sua produtividade é de até 5 mil quilos por hectare, resultado superior ao obtido por todos os amendoins de pele vermelha existentes no Brasil atualmente.
O pesquisador Ignácio José de Godoy, explica que a IAC Top Verde, ao ser cultivada sem nenhuma aplicação de fungicida, destaca-se de todas as demais do tipo pele vermelha, alcançando alta produtividade. “Porém, se usar fungicida, ela não tem seu melhor desempenho”, diz. Com esse perfil, o IAC top Verde chega como alternativa aos produtores que pretendem aproveitar mercados alternativos. “Este tipo de amendoim hoje representa um nicho de mercado para produtos orgânicos in natura ou confeitados”, afirma.
A alta resistência às doenças, além de abrir a possibilidade de alcançar as gôndolas de orgânicos, também reduz o custo de produção. A nova cultivar é de porte rasteiro, portanto adequada à completa mecanização da cultura, e tem ciclo entre 130 e 140 dias.
São Paulo produz 80% do amendoim nacional e as cultivares IAC ocupam cerca de 70% dessas lavouras. Agora o Instituto tem sua primeira cultivar na linha de alta resistência que dispensa o controle químico. “A IAC Top Verde é o início de uma sequência para aproveitarmos essa resistência, que veio de uma espécie silvestre”, afirma o pesquisador.
O instituto está trabalhando no desenvolvimento de outras cultivares com esse nível de resistências às doenças foliares e com o padrão comercial moderno, que envolve porte rasteiro e grãos de pele clara e tamanho grande.
“Embora o principal mercado de amendoim esteja hoje concentrado nos grãos tipo runner, com pele clara e grãos de tamanho médio a grande, IAC Top Verde oferece uma opção para produção a um custo menor, para situações em que a cor da pele e o tamanho dos grãos não sejam um pré-requisito, como em produtos em que o amendoim é blancheado (sem pele) ou os grãos são moídos”, diz.
Fonte: Assessoria de imprensa do IAC.
Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: