Pular para o conteúdo

Instituto Butantan confirma que unidade do Hospital Vital Brazil será desativada e corpo médico protesta

Hosp

O Instituto Butantan voltou atrás e confirmou, nesta segunda-feira (3), o que havia negado em nota oficial na última sexta: a unidade do Hospital Vital Brazil, sediada na área do instituto, será mesmo desativada e o atendimento transferido para o Hospital Emílio Ribas. Ainda não há data para a mudança, mas a informação foi recebida com preocupação pelo corpo médico da unidade.

Especializado em acidentes com animais peçonhentos, o Hospital Vital Brazil é referência internacional em sua área de atuação e atende a milhares de pessoas por mês com resolutividade de 98% dos casos. Embora a instituição assegure que o atendimento à população e os estudos clínicos não serão interrompidos com a transferência, os médicos apontam o contrário e dizem de graves perdas que “encerrarão o bem sucedido modelo de atendimento do Hospital Vital Brazil”, segundo carta aberta endereçada ao secretário da Saúde, José Henrique Germann Ferreira, e ao diretor do Instituto Butantan, Dimas Tadeu Covas.

Para o corpo médico, a localização do hospital dentro do Butantan é de suma importância para a qualidade do atendimento prestado, pois “permite interação entre pesquisadores e médicos e o atendimento dos próprios biólogos da instituição”. A carta continua dizendo que o Hospital Vital Brazil “interna todos os casos de acidentes por animais peçonhentos da Grande São Paulo com indicação de internação, exceto uma minoria que necessita de UTI, sendo a unidade que mais atende acidentes ofídicos de todo o Estado, estando integrado ao SUS (Sistema Único de Saúde)”.

Em seu perfil no Facebook, uma profissional que trabalha no Hospital há 14 anos afirmou que o fechamento da unidade e a sua transferência comprometeriam não só o atendimento, mas as pesquisas clínicas em andamento. “Mudando-nos para qualquer outro hospital, estaríamos diluídos em meio ao atendimento geral, não havendo como prosseguir nas pesquisas, nem tampouco como continuar o treinamento a residentes de instituições como o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP e a Escola Paulista de Medicina da Unifesp)”, disse ela.

A postagem da médica viralizou e acabou dando origem a um abaixo-assinado contra o fechamento da unidade. Até o fechamento desta matéria, o abaixo-assinado já contava com mais de 9 mil assinaturas (clique aqui para visualizar e assinar).

Leia a seguir a carta aberta divulgada pelo corpo médico do Hospital Vital Brazil.

CARTA ABERTA

São Paulo, 03 de junho de 2019

Carta aberta à Secretaria Estadual de Saúde e à Direção do Instituto Butantan

À Sua Excelência o Senhor
Dr. José Henrique Germann Ferreira
Secretário de Estado da Saúde de São Paulo
Ao Senhor
Prof. Dr. Dimas Tadeu Covas
Diretor do Instituto Butantan

Caros Diretor e Secretário,

No dia 28 de maio de 2019 o corpo clínico do Hospital Vital Brazil tomou ciência, através da Diretoria do Instituto, da decisão consumada sobre o encerramento das atividades do Hospital Vital Brazil realizadas dentro Instituto, e da transferência dos atendimentos para o Instituto de Infectologia Emílio Ribas. Após questionamentos da imprensa, o Instituto comunicou oficialmente o plano de transferência do atendimento de pacientes para o Hospital Emilio Ribas.

Para nós, infelizmente, essa mudança encerrará o bem sucedido modelo de atendimento no Hospital Vital Brazil, que é referência internacional no atendimento dos pacientes acidentados por animais peçonhentos, com resolutividade de mais de 98% dos casos no próprio hospital.

Nossa carta é um convite ao debate dos pontos que consideramos os mais críticos com essa mudança do atendimento para o Hospital Emilio Ribas.

• A localização dentro do Instituto Butantan é estratégica para interação entre os pesquisadores e médicos. Essa proximidade entre hospital e as áreas de pesquisas é o grande diferencial que permite torná-lo um centro de referência, prestando serviço a unidades de saúde de todo o Brasil e, por vezes, até do exterior.
• Devido ao seu grau de especialização e à concentração dos casos, o Hospital Vital Brazil permite a integração dos atendimentos realizados aos pacientes acidentados por animais peçonhentos com a pesquisa cientifica realizada no próprio Instituto Butantan. A título de exemplo, atualmente temos um protocolo extenso de estudo prospectivo de picadas por aranha marrom (Loxosceles sp.), que seria descontinuado com a mudança.
• No Instituto Butantan há serpentes de gêneros pertencentes e não pertencentes à nossa fauna. No Hospital Vital Brazil, mantemos soros específicos para estas cobras, para o caso de acidentes com nossos biólogos. Em alguns casos, como acidentes por Najas (o Instituto possui cerca de 30 delas), o pronto atendimento médico é fundamental para se evitar o óbito.
• O atendimento rápido é fundamental para o tratamento de acidentados por animais peçonhentos em geral. A mudança para dentro da estrutura do Emilio Ribas pode cria intermediários desde a primeira ligação até a transferência, obrigatoriamente através do CROSS.
• Existe uma grande procura espontânea dos pacientes pelo Instituto Butantan (cujo nome é indissociável de acidentes por animais peçonhentos), onde são acolhidos pelo braço assistencial deste, o Hospital Vital Brazil. Os pacientes picados continuarão a procurar o Instituto Butantan, e a nossa transferência para o Instituto Emílio Ribas acarretaria transtornos e riscos de agravamento pelo tempo adicional de deslocamento dos picados.
• Outro ponto fundamental para o tratamento é correta identificação do animal. Todo procedimento de atendimento é apoiado pelo grupo de biólogos de várias especialidades que auxiliam os médicos dentro do Instituto Butantan e não teria como existir fora deste. Note-se que muitos pacientes levam o animal vivo, o que poderia colocar em risco os profissionais do Instituto Emílio Ribas, que não conta com profissionais habilitados no manejo destes animais.
• Quanto ao número de casos atendidos, em 2018 foram registrados 2.292 casos de Pronto Atendimento e 1.756 teleconsultorias.
• O Hospital Vital Brazil já interna todos os casos de acidentes por animais peçonhentos da Grande São Paulo com indicação de internação, exceto uma minoria que necessita de UTI, sendo a unidade que mais atende acidentes ofídicos de todo o Estado, estando integrado ao SUS.
• Pelo nosso hospital passam alunos de faculdades brasileiras e do exterior, residentes de faculdades como a de Medicina da USP e da Universidade Federal de São Paulo, bem como bolsistas do Programa de Aperfeiçoamento Profissional da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. As aulas abrangem desde o atendimento no hospital até visitas guiadas pelos biólogos aos laboratórios de herpetologia e artrópodes, que estariam extremamente prejudicadas em qualquer outro hospital fora do campus do Instituto Butantan.
• Os profissionais que atuam no Hospital Vital Brazil são altamente especializados. O novo modelo de atuação proposto, longe do Instituto Butantan, impossibilitará treinamento adequado de mão de obra para reposição de uma equipe que hoje é a única referência para as demais unidades de saúde do Estado e do Brasil.

Os pontos acima visam preservar as conquistas possibilitadas pela íntima integração entre o Hospital Vital Brazil e os demais setores do Instituto nos últimos 74 anos, que geraram conhecimento científico e expertise no atendimento de qualidade à população.

Colocamo-nos à disposição,
Corpo Clínico do Hospital Vital Brazil.

Não há comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: