Nota oficial da APqC sobre a indicação de Ricardo Salles para o cargo do Ministro do Meio Ambiente

A Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC) vem em nota lamentar a indicação, agora oficial, do nome do advogado Ricardo Salles para assumir o cargo de ministro do Meio Ambiente no governo do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Ex-secretário de Estado do Meio Ambiente (SMA) no governo de Geraldo Alckmin (PSDB), Salles teve sua gestão marcada por equívocos administrativos e denúncias de improbidade, feito que lhe rendeu, segundo órgãos ambientalistas, pesquisadores e demais servidores dos Institutos de Pesquisa ligados à pasta (Botânico, Florestal e Geológico), o título de secretário com o pior desempenho nos últimos trinta anos.

Dentre os equívocos administrativos cometidos pelo gestor estão a tentativa de alterar ilegalmente o zoneamento da proposta de plano de manejo da Área de Proteção Ambiental da Várzea do Rio Tietê [1], a tentativa de venda do prédio do Instituto Geológico [2], a negociação das unidades do Instituto Florestal (atos investigados pelo MP por suspeita de favorecimento a empreendedores particulares) [3], entre outros casos.

Desta forma, a nomeação de Ricardo Salles para o Ministério do Meio Ambiente constitui um ataque do futuro governo federal às políticas ambientais no Brasil, uma vez que o gestor já provou ser incapaz de entender a importância da ciência para o desenvolvimento nacional e demonstrou ter ligações estreitas com representantes de setores que não têm qualquer compromisso com a educação ambiental, a bioecologia e a conservação da natureza.

É preciso que todas e todos estejamos atentos aos passos que serão dados pelo provável futuro ministro do Meio Ambiente, de modo a garantir que não haja retrocessos em termos de fiscalização e de implantação de políticas ambientais no Brasil e especialmente no Estado de São Paulo.

 

Referências:
[1] https://sustentabilidade.estadao.com.br/noticias/geral,mp-abre-inquerito-de-improbidade-contra-secretario-de-meio-ambiente-de-sp,70001669920
[2] http://www.diretodaciencia.com/2017/08/10/mp-investiga-secretario-de-alckmin-por-tentar-vender-predio-do-instituto-geologico/
[3] https://sustentabilidade.estadao.com.br/blogs/ambiente-se/depois-de-concessoes-de-parques-governo-alckmin-agora-quer-vender-areas-florestais/

Saiba mais:
Com Salles, Bolsonaro subordinará Meio Ambiente a todos os outros ministérios
http://www.diretodaciencia.com/2018/12/10/com-salles-bolsonaro-subordinara-meio-ambiente-a-todos-os-outros-ministerios/

Carta-Aberta-APqC_JAAF-despedida-SMA-ago2017

3 comentários em “Nota oficial da APqC sobre a indicação de Ricardo Salles para o cargo do Ministro do Meio Ambiente”

  1. Um absurdo enorme! Um retrocesso, que virá cravar a fala contínua do futuro presidente “vamos acabar com a farra das multas”. Incluindo a multa ainda não paga ao IBAMA por pesca ilegal em uma Unidade de Conservação. Sabemos como será o imenso descompromisso com a área ambiental no Brasil, incluindo ainda o famigerado afastamento de acordos internacionais de mitigação do aquecimento global. Um advogado contrato para lidar com as causas ruralistas. As multas não são para impedir o crescimento do agronegócio e sim, infelizmente, são aplicadas pq muitos desses latifundiários não possuem compromisso para fazer valer as normas e legislações ambientais. Biodiversidade indo para o ralo.

    Curtir

  2. Exatamente isso Sr Joao Paulo. A Lei foi feita para ser cumprida! Em todas as esferas, e em todas as áreas que regem uma sociedade / nação. Então, descumpriu a Lei, tem que ser punido e acabou, simples assim, não importa quem seja. Não vamos deixar meia duzia de loucos abutres imediatistas, egoístas, gananciosos, sangue-sugas, acabarem com o Brasil e com o Planeta Terra. (e eles sabem sim da importância da Ciência, não são nem um pouco bobos… só que por ganância passam ou tentam passar por cima de tudo e todos). Se a justiça dos homens não for feita, a de Deus fará, com certeza!

    APQ,
    Vamos fazer um abaixo assinado online (Change.org / PetiçãoPublica, ou outro site) que nós profissionais da área ambiental, estudantes, acadêmicos, pesquisadores, cientistas, professores, empresas, instituições, sociedade, enfim… temos o direito (somos nós quem pagamos o salário deles todos) e não queremos Ricardo Salles como Ministro do Meio Ambiente, por diversos fatores que vocês bem explicaram em sua nota oficial. Vocês poderiam iniciar essa carta/abaixo assinado para que possamos enviar ao gabinete do Bolsonaro? Mas tb vi que o MP pediu a inegibilidade dele… talvez tenhamos que aguardar também. Esperamos que fique inelegível, não é digno de ocupar cargo público nenhum… infrator da Lei, como pode ser guardião dela?! Isto é Brasil! Até quando vamos ficar calados?! Gastando nosso tempo, dinheiro, nossas vidas, para manter estas pessoas às nossas custas?! Até quando meu Deus?!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s