Movimento pede a criação de Áreas de Proteção Ambiental entre Piracicaba e Botucatu

WhatsApp Image 2018-11-12 at 09.23.06

Com o apoio de estudos realizados pelos Institutos de Pesquisa (Florestal, Botânico e Geológico), a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SMA) elaborou proposta para criar, entre os municípios paulistas de Piracicaba e Botucatu, duas Unidades de Conservação de Uso Sustentável, também conhecidas como Áreas de Proteção Ambiental (APAs). O objetivo é conservar a biodiversidade natural encontrada neste território sem prejudicar as atividades econômicas da região, como a agricultura. A apresentação da proposta foi feita em audiência pública, no mês de agosto deste ano, em Piracicaba, e contou com adesão unânime de técnicos, ambientalistas e da população em geral.

A região em questão possui vastas áreas úmidas e terrestres, que do ponto de vista biológico estão entre as mais importantes da Mata Atlântica brasileira. O Tanquã, uma área do rio Piracicaba inundada a partir da barragem de Barra Bonita, é conhecida como “Pantanal paulista” pelas mais de cem espécies de aves aquáticas que abriga, além de servir como área de repouso para espécies migratórias que vêm de outros lugares do Brasil e da América do Norte.

Próximo dali, as matas do Barreiro Rico conservam riquíssima biodiversidade da Mata Atlântica de interior que ainda sobrevive em território paulista. Ali estão árvores gigantes como a peroba-rosa e o jequitibá e a fauna engloba cinco das dez espécies de macacos que ainda existem no Estado de São Paulo, como o muriqui, o maior primata das Américas, espécie ameaçada de extinção.

Segundo a diretoria da Associação dos Pesquisadores Científicos do Estado de São Paulo (APqC), a iniciativa deve ser apoiada por todos os que se preocupam com a natureza e o futuro das próximas gerações. “Sobretudo em tempos em que o meio ambiente está ameaçado por interesses econômicos é de suma importância que o governador assine o decreto estadual para garantir que este verdadeiro patrimônio natural permaneça preservado”, disse o pesquisador e vice-presidente da APqC, Joaquim Adelino.

Um abaixo assinado está circulando na internet criado pela Rede Birdwatching de Piracicaba, uma rede de observadores de aves. O movimento pede ao atual governador de São Paulo, Marcio França, para que assine o decreto de criação das APAs Tanquã-Rio Piracicaba e Barreiro Rico.

Leia o manifesto na íntegra e assine o abaixo-assinado clicando no link abaixo.

https://peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR109107 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s